segunda-feira, 23 de abril de 2018

Como Fazer a Prova no Blog


* Passo a Passo para responder a prova do 2º bimestre.

1- Acesse o blog: http://esportecastroalves.blogspot.com.br
2- Clique no Diário da sua turma: os diários estão do seu lado direito da sua tela.
3- Vai aparecer a prova do 2º bimestre, Clique no Título da Prova.
4- Vai aparecer uma Caixa de Diálogo na parte de baixo da prova, COLOQUE SEU NOME e Turma, depois somente as respostas da prova.
5- Selecionem perfil ANÔNIMO.
6- PUBLICAR COMENTÁRIO.
7- Espere aparecer a frase: "SEU COMENTÁRIO ESTARÁ VISÍVEL DEPOIS DE SER APROVADO"

Não esqueça de colocar o seu nome na prova.

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Regras do Futsal

Apesar da semelhança em vários pontos com o futebol de campo, as regras do futsal são diferentes. Regras básicas foram mantidas e outras como a dimensão da quadra, as marcações, número de jogadores e formas de punição são específicas do futsal. O número de participantes no futsal, por exemplo, é de 5 jogadores, sendo que um é o goleiro. O número de reservas permitido são de no máximo 9.
É importante lembrar que, devido a aspectos históricos, as primeiras regras do futebol de salão foram criadas pela Fifusa, que organizava as competições da modalidade inicialmente. Mas com o surgimento do futsal pela Fifa, alterações foram realizadas.
Confira as principais regras do futsal de acordo com Livro Nacional de Regras da CBFS, aprovado pela Fifa:

1 - Quadra de Jogo

Dimensões da Quadra

  • Um retângulo de 25 à 42 metros de comprimento e 16 à 25 metros de largura;
  • Nos jogos nacionais das categorias adultas e Sub-20, a quadra deverá ter no mínimo 38 metros de comprimento por 18 de largura;
  • Nas partidas internacionais o mínimo são 20 metros de largura e máximo 25 metros de largura. E deve ter no mínimo 38 metros de comprimento e máximo de 42 metros.
Metas: Os chamados “gols” ficam localizados sobre a linha de meta com altura de 2 metros e 3 metros de largura. É obrigatório o uso de uma rede presa às traves e ao solo. Essa rede deve ser de material resistente (para não furar durante o jogo) e com malhas pequenas (para impedir que a bola passe por ela). Os postes e travessões podem ser feitos com plástico, madeira e ferro e pintados em cores diferentes da quadra de jogo.

Marcação da Quadra

As linhas demarcatórias devem ser visíveis e com 8 centímetros de largura, pertencendo as zonas que demarcam. Existem várias marcações numa quadra de futsal.
  • As linhas limítrofes de maior comprimento são chamadas de linhas laterais e as de menor de linhas de meta;
  • Uma linha deve passar pelo centro da quadra e ter um pequeno círculo no meio da quadra de 10 centímetros (onde a bola é colocada para que se dê inicio ao jogo);
  • Outro círculo também é marcado no centro da quadra, esse maior que o anterior, com 3 metros de diâmetro;
  • Nos quatro cantos da quadra, no encontro entre linhas laterais e de meta serão demarcados ¼ de círculo com 25 centímetros de raio, local onde serão cobrados os arremessos de canto;
  • As linhas demarcatórias fazem parte da quadra do jogo.

Área de Substituição

É uma área por onde os jogadores substituídos devem sair da quadra e os substitutos entram no jogo. É um retângulo que fica à 5 metros de comprimento da linha divisória do meio da quadra e possui 5 metros de comprimento e 80 centímetros de largura, sendo que 40 cm são dentro da quadra e 40 fora. São duas áreas de substituições: uma para cada time, estando na frente do banco de reservas do mesmo.

Área Penal

É a área em que o goleiro pode defender com as mãos. É uma em cada extremidade da quadra e fica na frente dos gols. É um semicírculo de raio de 6 metros, tendo seus limites na linha de fundo. É diferente da área da cobrança da penalidade máxima porque o ponto de penalidade máxima fica, também à 6 metros da linha de fundo, mas na posição frontal ao gol, enquanto essa área é marcada por um semicírculo.

Tiro de Canto

A marcação de quadra dessa penalidade (saída de bola sendo que o último toque na bola tenha sido do time que esteja defendendo a meta de tal linha) está nos cantos da quadra. É marcada por ¼ de círculo (90 graus), tendo um diâmetro de 25 cm (o centro desse ¼ de círculo é o vértice da quadra).

Tiro Livre Sem Barreira

É uma penalidade, sem que haja jogadores do outro time, exceto o goleiro, da bola até a meta adversária. A marcação para a cobrança dessa penalidade é de 10 metros do ponto central da meta. Outra marcação referente a essa penalidade é uma linha traçada 5 metros depois da linha de fundo que corresponde ao local onde o goleiro pode se adiantar nessas cobranças de tiro livre sem barreira.

2 - Bola de Futsal

  • A bola deve ser esférica, feita de couro macio ou outro material previamente aprovado;
  • A circunferência da bola tem o mínimo de 62 centímetros e máximo 64 centímetros nas categorias adultas, Sub-20, Sub-17 e Sub-15;
  • O peso não pode ter menos de 400 gramas e ultrapassar 440 gramas.

3 - Número de Jogadores

  • Um jogo possui duas equipes com 5 jogadores cada, sendo que um deles é o goleiro;
  • Se uma das equipes ficar com menos de três jogadores, a partida deverá ser cancelada;
  • Uma equipe pode ter no máximo 9 jogadores reservas;
  • As substituições podem ser feitas em qualquer momento do jogo e não possuem uma quantidade específica.

4 - Equipamentos dos Jogadores

O jogador não pode usar nenhum objeto considerado perigoso pelo árbitro. Exemplo: pulseiras, colares, anéis, alianças e brincos;
Os jogadores devem usar: camisa de manga curta ou comprida, calção curto, caneleiras, tênis feitos de lona, pelica ou couro macio, meias de cano longo e caneleiras;
Na entrada das equipes, os candidatos devem ficar com a camisa dentro dos calções;
O uniforme do goleiro deve ser em uma cor diferente dos outros;

5 - Árbitro Principal e Auxiliar

O jogo terá um árbitro auxiliar e um árbitro principal.

6 - Cronometrista e Anotador

Eles trabalham em uma mesa que fica fora da quadra. O cronometrista acompanha e controla o tempo de jogo. Já o anotador trabalha examinando as fichas de identificação dos jogadores e comissão, registra as faltas cometidas pelas equipes, controla infrações, anota na súmula as ocorrências do jogo, etc.

7 - Duração da Partida

Uma partida oficial de futsal tem duração de 40 minutos. São dois tempos de 20 minutos e 10 minutos para descanso (intervalo). O tempo de jogo é marcado com um cronômetro e isso deixa a partida mais dinâmica. As punições possuem algumas semelhanças com o futebol de campo, pelo menos no quesito dos cartões. Assim como no futebol, o futsal tem o cartão amarelo (para a advertir do jogador) e o cartão vermelho para a expulsão. O cartão vermelho causa a suspensão automática do jogador expulso para o próximo jogo. O mesmo acontece com o integrante do time que receber três cartões amarelos em partidas diferentes.

8 - Bola de Saída

O árbitro principal será o responsável por fazer um sorteio, a fim de decidir, no início da partida, a escolha de lado ou saída da bola. A equipe vencedora começará na meia quadra, onde iniciará jogando. Já a equipe perdedora terá o direito à bola de saída do jogo. Caso ocorra tempo suplementar, deve-se adotar o mesmo método.

9 - Bola em Jogo e Fora de Jogo

A bola estará fora do jogo quando atravessar completamente as linhas laterais ou de meta, quer seja pelo solo ou pelo alto; quando a partida for interrompida pelo árbitro; e quando a bola bater no teto (partidas em quadra coberta) ou em qualquer equipamento esportivo inseridos nos limites da quadra.
A bola estará em jogo em todas as demais ocasiões, incluindo quando o tocar nos árbitros dentro da quadra de jogo; quando não for tomada nenhuma decisão com relação a infrações das regras do jogo; e quando bater nas traves ou travessão e permanecer dentro da quadra.

10 - Contagem de Gols

Os gols serão válidos quando ultrapassarem completamente a linha de meta entre os postes e sob o travessão, desde que ela não tenha sido carregada, arremessada ou impulsionada de forma intencional (mão ou braço de jogador atacante ou goleiro adversário). A equipe vencedora será aquela que tiver maior número de gols. Caso haja o mesmo número de gols ou nenhuma equipe tiver marcado será considerado empate. Além dessas especificações, existem outras relacionadas que impedem ou permitem a marcação do gol.

11 - Impedimento

Não existe a regra de impedimento no futsal.

12 - Faltas e Incorreções

Para que uma atitude seja considerada falta, deve-se considerar os seguintes aspectos:
  • Ter sido cometida por um jogador em quadra ou reserva;
  • Precisa ter sido realizada na superfície do jogo e enquanto a bola estiver em jogo.
As faltas são penalizadas com o Tiro Livre Direto e Tiro Livre Indireto:

Tiro Livre Direto

O tiro livre são os chutes cobrados após a paralisação do jogo depois de alguma infração cometida na partida. O tiro livro direto é concedido a uma equipe quando o jogador adversário apresentar as seguintes atitudes:
  • Dar pontapé, derrubar o jogador do outro time;
  • Bater, cuspir, tentar segurar o adversário;
  • Empurrar o adversário;
  • Oferecer perigo a outro jogador de maneira imprudente;
  • Praticar uma jogada que atinja de forma perigosa qualquer jogador, etc.
A falta é anotada para a equipe e caso ela ocorra na área penal de quem cometeu, a equipe adversária executará uma cobrança de uma penalidade máxima.

Tiro Livre Indireto

Será cobrado quando o jogador adversário apresentar as seguintes atitudes:
  • Ficar com a bola por mais de 4 segundos na área penal;
  • Se o goleiro tocar ou controlar a bola que venha de um tiro lateral ou de canto cobrado por um companheiro;
  • Tentar retirar a bola das mãos do goleiro;
  • Prender a bola;
  • Tentar enganar o adversário se passado por um companheiro de time;
  • Tentar retardar o tempo da partida;
  • Impedir que o goleiro lance a bola com as mãos, etc.

Sanções Disciplinares

Os cartões amarelos são apresentados aos jogadores caso ocorram algumas das seguintes infrações:
  • Caso o jogador entre na quadra antes dos dois minutos de expulsão temporária;
  • Quebrar constantemente as regras do jogo;
  • Discordar por meio de gestos e palavras das decisões do árbitro;
  • Ter conduta antidesportiva;
  • Se dirigir aos árbitros, anotador ou cronometrista para reclamar ou discutir sobre alguma decisão;
  • Impedir ou dificultar o reinício da partida;
  • Simular durante o jogo com a tentativa de enganar os árbitros;
  • Abandonar a partida sem autorização do árbitro;
  • Um jogador, que não seja o goleiro, tentar defender a bola com as mãos para que sua equipe não sofra o gol, etc.
Os cartões vermelhos são apresentados aos jogadores caso ocorram algumas das seguintes infrações:
  • Apresentar uma conduta violenta;
  • Fizer jogo brusco grave;
  • Realizar gestos obscenos, grosseiros e ofensivos;
  • Ter duas vezes na mesma partida uma atitude punível com cartão amarelo;
  • Impedir com a mão a marcação de um gol contra sua equipe, caso você não seja o goleiro;
  • Cuspir em alguma pessoa durante a partida;
  • Dar uma entrada que possa comprometer a integridade física de um jogador;
  • Impedir de forma ilegal a tentativa de concluir um tento;
  • Um jogador reserva invadir o campo para reclamar ou atrapalhar a partida.

13 - Tiros Livres

Os tiros livres são chutes desferidos, quando acontece a reposição da bola no jogo, devido a paralisação da partida provocada por alguma infração. São classificados em tiro livre direto e indireto.

14 - Penalidade Máxima

Um tiro direto que deve ser cobrado da marca, propriamente feita para a execução desse lance, em que todos os jogadores, exceto o executor do lance e o goleiro adversário, estão atrás da linha da bola. O jogador que executa a penalidade máxima, depois da execução, não pode encostar novamente na bola antes que outro jogador tenha encostado na mesma. Só pode ser cobrado para frente e a cobrança deve ser feita em 4 segundos.

15 - Tiro Lateral

Ocorre quando a bola passa, em sua totalidade, pela linha lateral. A cobrança é feita com os pés do exato local onde a ela tenha saído. O jogador que está cobrando o arremesso lateral deve estar de frente para a quadra, com um pé no solo, sendo que esse pé deve estar sobre qualquer parte da linha ou fora dela. A distância que deve ser respeitada pelos adversário na cobrança desse tiro é de 3 metros para a bola. Se o arremesso for diretamente para o gol, só será validado se houver desvio de outro jogador (incluindo o goleiro). Caso o arremesso lateral seja cobrado de forma incorreta, ocorrerá a reversão, ou seja, a equipe adversária ganha um arremesso lateral.

16 - Arremesso de Meta

É considerado arremesso de meta sempre que a bola ultrapassar completamente a linha de meta pelo alto ou solo, excluída a área entre os postes e sob o travessão de meta, após ter sido tocada ou jogada pela última vez por jogador da equipe atacante. O goleiro é o responsável por executar o arremesso de meta, usando as mãos e de qualquer parte do ponto da área penal.

17 - Tiro de Canto

Ocorre quando a bola sai totalmente pela linha de fundo e o último a tocar seja do time que está defendendo a meta dessa linha de fundo. Deve ser executado com um pé fixado no solo em cima da linha ou fora da quadra. O lado a ser escolhido para a cobrança será o mais próximo de onde a bola tenha saído. Se a bola for em direção à meta adversária e entrar, mesmo sem desviar em nenhum jogador, o gol será validado. Uma curiosidade é que se o arremesso for feito contra própria meta, com ou sem desvios de outros jogadores, o gol não será validado. O tempo limite para execução desse arremesso é de 4 segundos.

Lei da Vantagem

Os árbitros devem priorizar a disputa de um futsal atrativo e de qualidade com a obediência às regras. Eles devem evitar as interrupções do jogo e o excesso de uso de apito que retiram o dinamismo do espetáculo. A Lei da Vantagem funciona como uma garantia de que os infratores não sejam beneficiados pela paralisação do jogo.

Diferenças entre as Regras do Futebol de Salão da AMF e Futsal da Fifa

Apesar de possuírem a mesma essência, há diferenças nas regras do Futsal da AMF e o Futsal da Fifa. O primeiro é considerado um tipo de futebol à moda antiga, realizado com uma bola mais pesada, em que é necessário ter certas habilidades para prosseguir com o jogo. Já o proposto pela Fifa é mais dinâmico e um pouco parecido com o futebol de campo.
Dentre as diferenças está a de que o goleiro não pode tocar com a bola dentro da quadra de defesa do adversário. De acordo com as regras da Fifa, ele tem liberdade para atuar até como jogador de linha. Confira as principais diferenças entre os esportes.
Obs.: A Confederação Nacional de Futebol de Salão (CNFS) é a responsável pela difusão do tradicional futsal no Brasil.

 Fonte: http://futebol-de-salao.info/regras-do-futsal.html
Tabela Diferenças AMF Fifa

Futsal Posíções e Sistema Táticos

Habilidade x Sistema de Jogo

A habilidade dos jogadores são fundamentais para vencer uma partida de Futsal, mas o diferencial pode estar num bom sistema de jogo, ou seja, na estratégia de posicionamento e organização que uma equipe de Futsal assume durante o jogo. Você pode ter uma equipe com um bando de jogadores habilidosos jogando Futsal de forma desorganizada ou uma equipe com jogadores habilidosos, jogando Futsal de forma organizada e temida por seus adversários. O que você prefere?

As Posições dos Jogadores de Futsal

O Fixo

O Fixo é o jogador mais recuado ou defensivo de uma equipe de Futsal. São características de um bom Fixo ser um bom marcador e ter um bom Passe. O Fixo também deve ser comunicativo para organizar a marcação e a saída de bola de sua equipe.

Os Alas

No Futsal há o ala direito e o ala esquerdo, os alas são os jogadores que ocupam as laterais da quadra. São características dos alas a velocidade e agilidade tanto para atacar quanto para defender.

O Pivô

O Pivô é o jogador mais adiantado ou ofensivo de uma equipe de Futsal. São características de um bom Pivô ter um bom controle de bola, um bom Passe e um bom Chute/Finalização. O Pivô normalmente recebe a bola de costas para o goleiro adversário, a partir daí o Pivô pode passar a bola para um companheiro de equipe que se aproxima ou tentar girar e finalizar chutando ao gol. O Pivô deve estar em constante movimentação, procurando espaços na defesa adversária para receber a bola.

O Goleiro

O goleiro é o jogador cujo principal objetivo é evitar que a bola entre em sua própria meta. O goleiro deve ser veloz e pode usar qualquer parte do corpo para realizar uma defesa. Um bom Goleiro deve ser ágil, ter um bom posicionamento e se comunicar bastante com seus companheiros para organizar o sistema defensivo.

O Goleiro Linha

O Goleiro Linha é o goleiro que assume a função de jogador de linha quando sua equipe está com a posse de bola. Isso normalmente acontece quando um equipe está perdendo uma partida e necessita aumentar suas opções ofensivas para conseguir reverter o resultado. O Goleiro Linha pode ser o próprio goleiro que passa a jogar como um jogador de linha ou um jogador de linha que substitui o goleiro.
Alguma dúvida sobre as posições no Futsal? Deixe um comentário que nós responderemos.”

Os Sistemas Táticos do Futsal

Existem diferentes formas de táticas de Futsal, tanto sistemas defensivos quanto sistemas ofensivos, ou seja, sistema tático ou esquema tático é a forma que uma equipe de Futsal se posiciona em quadra.

Como escolher um sistema tático?

A escolha do sistema de jogo para uma equipe de Futsal deve ocorrer a partir da características dos jogadores que formam a equipe. Se você é um treinador de Futsal, não tente impor a sua equipe um esquema tático sem levar em consideração as características dos seus jogadores.
A melhor formação tática depende de alguns fatores:
  • contra quem você está jogando contra?
  • Qual as características dos jogadores da sua equipe?
  • Qual o nível de condicionamento físico dos jogadores da sua equipe?
A melhor maneira de aplicar qualquer sistema tático é ter em mente como sua formação básica de defesa, ou seja, quando sua equipe ficar sem a posse da bola, é esse padrão de organização que os jogadores devem seguir em quadra.”
Entenda! Quando a equipe está atacando as táticas de Futsal também são importantes, porém, devido a grande movimentação pela ocupação do espaço, não deve haver uma rigidez no posicionamento dos jogadores no ataque.
Abaixo faremos uma análise com as vantagens e desvantagens dos principais sistemas táticos do Futsal.

Táticas de Futsal: sistema 3×1 ou Diamante

Esta é uma das formações mais comuns no Futsal, ela fornece equilíbrio entre defesa e ataque. Possui um jogador dedicado ao ataque (o Pivô), enquanto há também um jogador dedicado à defesa (o Fixo). Há também dois Alas, o Ala Direito e o Ala Esquerdo que devem apoiar tanto a defesa quanto o ataque.
Táticas de Futsal: sistema tático 3x1

Vantagens do Sistema 3×1:

  • Há claramente um jogador com a principal especialista em defesa e um jogador especialista em ataque
  • A equipe fica mais compacta tanto para defender quanto para atacar

Desvantagens do Sistema 3×1

  • Se ambas os alas se concentrarem muito no ataque isso deixará a defesa muito exposta e Fixo sobrecarregado
  • Também pode sobrecarregar o Pivô, caso os Alas tenham dificuldades ofensivas

Táticas de Futsal: Sistema 2×2 ou Quadrado

Sistemas de Jogos no Futsal: esquema 2x2

O Sistema Tático 2×2 no Futsal, também conhecido como “Quadrado”, basicamente divide os quatro jogadores de linha de uma equipe nas duas principais áreas de responsabilidade: defesa e ataque. É um sistema simples que pode ajudar a desenvolver boas duplas de defensores e de atacantes.

Embora dois jogadores sejam orientados a ficar mais avançados (no ataque) e dois a ficar mais recuados (na defesa), esses papéis vão precisar ser bastante flexíveis, pois os atacantes precisarão ajudar a defesa e vice-versa. Além disso a maioria das equipes ataca e defende com pelo menos três jogadores.

Vantagens do Sistema 2×2 no Futsal

  • Ótimo sistema para iniciantes
  • Dá equilíbrio entre ataque e defesa.
  • Garante que a defesa e o ataque tenham pelo menos um jogador em todos os momento do jogo.

Desvantagens do Sistema 2×2 no Futsal

  • Restringe a movimentação dos jogadores
  • Pode ser defensivamente fraco se os defensores se juntarem ao ataque e os atacantes não estiverem dispostos a cumprir funções defensivas
  • Se a equipe é pouco treinada ou não se comunica bem em quadra pode haver confusão entre qual dos atacantes deve apoiar a defesa e entre qual defensor deve apoiar o ataque.

Táticas de  Futsal: Sistema 4×0

Sistema Tático 4x0 no Futsal

Sistema Tático 4×0 no Futsal é usado por equipes de alto nível, como as equipes profissionais. A ideia é ter todos os 4 jogadores se movendo de uma só vez, promovendo uma movimentação que permite muitas opções de tabelas, ocupação de espaço e oportunidades de ataque.

Vantagens do Sistema 4×0 no Futsal

  • Promove uma movimentação mais dinâmica da equipe
  • Sempre permite opções de tabelas
  • Dificulta a defesa da equipe adversária devido a grande movimentação
  • Fisicamente pode desgastar a equipe defensora
  • A bola se move extremamente rápido
  • Ótima opção para manter a posse de bola
  • Facilita a ocupação de espaço
  • Melhor forma de sair da marcação sobre pressão
  • Dificulta a cobertura da equipe adversária

Desvantagens do Sistema 4×0

  • Todos na quadra DEVEM entender o sistema caso contrário, não vai funcionar!
  • Os jogadores devem estar extremamente bem condicionados fisicamente
  • Se os jogadores focarem muito na movimentação a equipe fica previsível e pouco ofensiva
  • Os jogadores DEVEM ser bons tecnicamente
  • Os jogadores DEVEM ser ágeis
  • Gera bastante desgaste físico

Táticas de Futsal: Sistema 3×2

Táticas de Futsal: sistema 3x2

O Sistema Tático 3×2 no Futsal acontece quando o goleiro (Goleiro Linha) sai de sua área para participar das jogadas de ataque de sua equipe. Geralmente o goleiro é substituído por um jogador de linha, para tornar esse sistema mais eficiente ofensivamente. Com esta formação os jogadores não mudam de posição muitas vezes. Eles tentam cansar os defensores, passando a bola rapidamente em todos os cantos da quadra.

DETALHE: Na imagem acima o Goleiro (de amarelo) está posicionado na quadra de ataque, isso acontece pois a Regra do Futsal restringe a posse de bola do goleiro na quadra de defesa, ele não pode receber a bola mais de um vez e não pode permanecer com ela por mais de 4 segundo (estando na quadra de defesa).
Nessa formação é importante que os jogadores tenham bastante precisão nos passes e esperem uma oportunidades bem claras para chutar ao gol, pois um chute precipitado ou um passe errado pode ser fatal, já que o goleiro estará fora de sua meta.”

Vantagens do Sistema 3×2

  • Cria-se uma vantagens numérica ao atacar
  • Possibilita a criação de oportunidades claras de finalizações

Desvantagens do Sistema 3×2

  • Há um grande risco de sofrer um gol de contra-ataque, já que o goleiro fica fora da meta nesse sistema
  • A equipe pode jogar com um goleiro não especialista em defender

 

Envelhecimento Saudável

Atividade Física e Envelhecimento Saudável

O acelerado processo de envelhecimento da população é observado no Brasil e no mundo. A expectativa de vida dos brasileiros segundo IBGE (2008) é de aproximadamente 73 anos, sendo os homens 69 anos e as mulheres 76 anos. Esse envelhecimento brasileiro é uma realidade crescente e prevê-se que, em 2020, 1 em cada 13 brasileiros terá mais de 60 anos. Seguindo este ritmo projeções estáticas apontam que no ano de 2025 o Brasil será sexto país no mundo com maior população idosa (Ramos, Veras e Kalache, 2004).

O envelhecimento é um processo que provoca alterações e desgastes em vários sistemas funcionais, que ocorrem de forma progressiva e irreversível. O momento em que estas transformações ocorrem, quando passam a ser percebidas e evoluem, diferencia-se de um indivíduo para o outro. Na verdade cada pessoa envelhece de forma diferente. O envelhecimento não é só cronológico, é também biológico, funcional, psicológico e social.

Entretanto em idades mais avançadas as limitações funcionais, tais como cognição, equilíbrio, perda de força muscular, bem como surgimento de doenças crônico-degenerativas intensificam se ocasionando perda da capacidade funcional (Fiedler e Peres, 2008). Os resultados desses fatores é a diminuição da capacidade funcional, gerando uma maior dependência em realizar as atividades da vida diária. Segundo o Educador Físico e Gerontologo Anderson Amaral coordenador da CEAFES a visão mais triste do envelhecimento é sob o olhar da incapacidade funcional, ou seja capacidade de realizar atividades das vida diária. Atividades essas que em geral podem ser comprometidas com o passar dos anos.

O estilo de vida ativo ajuda na manutenção e aumento da capacidade funcional dos idosos. Sabe-se que há mudanças fisiológicas ao longo da vida, em especial após a sexta década de vida. Entre as alterações fisiológicas que acontecem podemos citar a perda de força muscular, massa muscular, diminuição da capacidade aeróbia, equilíbrio e controle postural, cognição e massa óssea. Há problemas também na saúde mental dos idosos. Problemas como depressão, ansiedade, déficit cognitivo e as temíveis doenças neurológicas como o Mal de Parkinson e Mal de Alzheimer.

Atualmente os estudos indicam (ACSM, 2009) que há benefícios significativos na qualidade de vida dos idosos com a prática regular de exercícios físicos. Podemos citar o aumento de massa muscular, diminuição de quedas, melhoria do controle postural, psicossociais, cognição, saúde mental entre tantos outros benefícios. Alias os benefícios dos exercícios físicos para saúde mental vem sendo estudado bastante nos últimos anos principalmente utilizando os conceitos da neurociência.

Antes de qualquer prescrição de exercícios físicos para idosos é importante uma avaliação pré-participação. Avaliação que deve começar com o médico e constar o educador físico avaliando as condições físicas e funcionais do idoso.

As atividades mais indicadas segundos os estudos baseiam-se em quatro alicerces:

· Exercícios de Força Muscular (Musculação)

· Exercícios Aeróbios

· Exercícios de Flexibilidade

· Exercícios de Equilíbrio ou exercícios funcionais

Outras atividades apresentam bons resultados como a hidroginástica, pilates e yoga.

Exercícios funcionais como os desenvolvidos pelo grupo de estudo da CEAFES que trabalham a reabilitação vestibular, neurocognitiva e funcional são excelentes e apresentam ótima relação dose-resposta é o que comentam os educadores físicos Fabrício Naliato e Anderson Rangel mestrandos no assunto e professores do curso de Pós-graduação em Atividade Física, Envelhecimento e Saúde.

O Importante é manter-se ativo fisicamente e mentalmente.

Por isso procure um local especializado com educadores físicos formados para prescrição do seu treinamento físico.

Nunca é tarde demais nesta vida. Seja para viver, amar, estudar ou praticar exercícios físicos. Não se esqueça disso!

Vôlei de Praia


Regras oficiais do Vôlei de Praia.

O vôlei de praia, também chamado de volley de praia ou voleibol de praia, é um esporte de origem norte-americana do século XX é uma variação do vôlei. Dessa forma, apresenta uma estrutura semelhante. A quadra atravessada por uma rede que a divide em dois campos, entretanto, deve se localizar num espaço aberto e o chão deve ser arenoso.

Obviamente, então, suas partidas são realizadas em praias. Pode ser praticado tanto por homens quanto mulheres. Uma partida exige que haja dois times disputando a conquista de sets, cada um dos times sendo composto por dois jogadores. O objeto usado para a prática do vôlei de praia é uma bola.
Entretanto, outros objetos são usados com muita frequência durante esses jogos, a fim de manter a integridade da saúde dos jogadores e seu bom desempenho, tais como óculos escuros e bonés. A instituição responsável pela promoção de jgos e regulação de regras é a mesma do vôlei, a FIVB, Federação Internacional de Voleibol.

A diferença entre o vôlei de quadra e o vôlei de praia

  • O ambiente do vôlei de praia é aberto e sobre a areia, enquanto o ambiente do vôlei é uma quadra.
  • O vôlei de praia é jogado em duplas e não há substituições, enquanto o vôlei de quadra conta com 6 jogadores em campo e 6 jogadores reserva.
  • No vôlei de praia, o bloqueio é contado como um dos três toques permitidos para cada equipe durante seu contato com a bola.
  • No vôlei de praia, há uma ocasião em que o jogador pode tocar a bola duas vezes seguidas: durante o bloqueio e no movimento seguinte.
  • Nos dois primeiros sets, as equipes trocam de lado na quadra de sete em sete pontos conquistados por qualquer uma delas.

As regras do vôlei de praia

  1. Os fundamentos permitidos são os mesmo do vôlei de quadra: O saque, para iniciar a disputa por um ponto, o passe ou manchete, para receber a bola sacada, o levantamento, para levantar a bola e prepará-la para devolver ao campo adversário, o ataque, para tentar marcar um ponto, e o bloqueio, para tentar impedir o ponto adversário e devolver a bola ao outro campo.
  2. Os jogos são divididos em 5 sets normalmente, sendo cada set o conjunto da conquista de 21 pontos por uma equipe. Entretanto, é necessário que a equipe tenha uma diferença de 2 pontos sobre a adversária. Caso uma equipe alcance os 21 pontos, enquanto a outra tenha alcançado 20, o jogo prossegue até que a diferença seja obtida.
  3. É permitido que a bola encoste em qualquer parte do corpo do atleta durante o primeiro contato da equipe com a bola, como forma de defesa.
  4. O saque pode ser executado em qualquer região do fundo da quadra.
  5. Cada equipe tem direito a apenas dois três toques na bola antes de devolvê-la ao campo adversário, de forma que os jogadores não podem tocar a bola duas vezes seguidas.

Ginástica

O homem primitivo, que vivia em íntimo contato com a natureza, organizado em pequenas tribos ou clãs, realizava exercícios físicos naturalmente ao desempenhar as tarefas que lhe garantiam a sobrevivência.
Quando o homem passou a viver em cidades, com o progresso, começou a ficar mais parado, sem movimentar-se muito. Para compensar esta falta de movimento, esta falta de exercícios naturais, foi criada a ginástica.

A ginástica, umas das formas mais importantes de se praticar a Educação Física. é composta de exercícios construídos que se completam para permitir um perfeito desenvolvimento do corpo e oferece a vantagem de poder ser feita num pequeno espaço, como, por exemplo, na sala de sua casa.

CLASSIFICAÇÃO DA GINÁSTICA

A ginástica propõe movimentos específicos conforme os objetivos a serem alcançados pelo praticante. Segundo a finalidade a que se destina, a ginástica é classificada como: formativa, corretiva, artística e de compensação.


  • A ginástica formativa é aquela que auxilia o desenvolvimento corporal. Propõe movimentos que desenvolvem a elasticidade, a força, a velocidade, a resistência e a coordenação.
  • ginástica corretiva é aquela que se destina a corrigir a postura das pessoas que, pelo trabalho ou por mau costume, ficam em posturas incorretas.





  • ginástica olímpica ou artística procura o perfeito domínio do corpo para fins artísticos e de competição. Desenvolve a coordenação motora, precisão de movimento e ritmo.
  • ginástica de compensação é indicada para pessoas que são obrigadas a ficar muito tempo executando um trabalho numa determinada posição.
       
  • ginástica de manutenção é indicada para pessoas que desejam manter sua forma e suas funções.
  • Ginástica aeróbica é uma forma de atividade física global, com movimentos rítmicos coordenados. Pela intensidade aplicada, faz uma exigência elevada da capacidade cardio-respiratória e vascular. Durante a sessão de aeróbica deve ser feito controle da frequência cardíaca para evitar exageros e possíveis acidentes.
          De acordo com a intensidade, a aeróbica se classifica em:
  • aeróbica de baixo impacto - quando os movimentos são realizados sem saltitamentos;
  • aeróbica de alto impacto - quando os movimentos são acompanhados de saltitamentos.
  • A ginástica coreográfica inclui diversas outras ginásticas e é utilizada para demonstrações coletivas.

   APARELHOS NA GINÁSTICA
         O uso de aparelhos na ginástica serve para treinar determinadas habilidades físicas, além de tornar os exercícios agradáveis e atraentes.
         Quando é necessário exercitar melhor determinada parte do corpo, obtém-se mais sucesso com uso de aparelhos. Os músculos dos braços, do peito e das costas, por exemplo, são reforçados com o uso de um aparelho chamado halteres.

         O uso da bola, por sua vez, além de proporcionar grande diversão, também permite agilidade, flexibilidade e coordenação.
          A medicine ball é uma bola cheia de areia que permite grande variedade de exercícios.

       

    A corda auxilia o desenvolvimento da coordenação, da agilidade e da velocidade.




     



   Os bastões são usados na ginástica formativa e na ginástica corretiva.








No banco sueco as pessoas praticam exercícios que desenvolvem habilidades naturais como agilidade, força e coordenação, que serão aplicadas nos desportos e principalmente na ginástica.



         Outros aparelhos, porém de uso mais restrito, são maças, arco, tamboretes, fitas, arco, bola.

Atletismo


Conheça a modalidade atletismo